Buscar

Alexandre de Moraes dá 24h para PL apresentar a análise completa das urnas eletrônicas



O presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Alexandre de Moraes, deu 24 horas para o Partido Liberal (PL) apresentar a análise completa das urnas eletrônicas. A decisão ocorreu na tarde desta quarta-feira (22), logo após a ação protocolada na Corte pelo partido.


O também ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) quer que seja incluindo também os dados do 1º turno. Alexandre de Moraes recebeu os autos às 16h26 e despachou às 16h39.


Mais cedo, o PL, representando o presidente Jair Bolsonaro (PL) e o presidente do partido Valdemar Costa Neto, pediu ao TSE a anulação dos votos em 250 mil urnas com “mau funcionamento”.


O PL pede a anulação de votos feitos em modelos de urnas de 2009, 2010, 2011, 2013 e 2015 nas eleições de 2022. Problemas teriam sido registrados nos arquivos “logs de urna”.

“Os únicos votos que podem ser idoneamente considerados como válidos, porquanto auditáveis e fiscalizáveis, na eleição geral referente ao Segundo Turno do pleito eleitoral de 2022 são aqueles decorrentes das urnas modelo UE2020”, argumenta no documento.

1/7