Buscar

Bombeiros pedem atenção para chamadas 193 em que não há vítimas



Equipes dos bombeiros de Porto União e União da Vitória atenderam a vários chamados nas últimas 24h, entre quedas de mesmo nível e acidentes de trânsito.


Em Porto União, ontem (7) às 12h, (foto) houve queda de motocicleta na área Industrial. O condutor da Honda Twister, placa de União da Vitória – PR, apresentava suspeita de fratura no joelho esquerdo, com ferimentos abrasivos nos mesmos. Consciente e orientado, foi conduzido ao hospital para atendimento médico.

Em União da Vitória, às 15h, colisão entre um GM SPIN e uma bicicleta resultou em ferimentos graves no ciclista de 63 anos de idade que foi encaminhado para hospital local, mas acabou falecendo.


Atenção

Em áudio do Sargento Pacholok à imprensa nesta sexta-feira (8), justamente quando os bombeiros atendiam a mais um acidente, ele pediu atenção do cidadão que realiza chamados em casos de acidentes, nem sempre uma emergência.


“Atente ao tipo de ocorrência para a qual você está solicitando apoio. Acidentes podem ocorrer de várias maneiras e em alguns casos, em vítimas. Uma colisão de veículos pode resultar apenas em danos materiais e os bombeiros não têm condições de se deslocar a muitas vezes à longas distâncias para só então ver que não há vítimas, apenas danos materiais”, pontuou.

Segundo o militar, isso é importante para evitar que uma equipe esteja atuando em ocorrência desnecessária ao passo que simultaneamente ocorre outro chamado, este com vítima, mas em local oposto. “Foi o que ocorreu nesse caso de atropelamento da bicicleta onde a vítima infelizmente acabou morrendo. Então antes de chamar é preciso se certificar da situação, se há vítimas feridas, presas às ferragens para quando o chamado for feito essas informações ajudem um deslocamento mais adequado das equipes do Corpo de Bombeiros”, finalizou.

1/4