Buscar

Com inclusão de MEIs, Pronampe atende a 99% das empresas do país



Criado para mitigar os efeitos da pandemia sobre as empresas brasileiras, que sofreram queda vertiginosa de negócios com as restrições sanitárias, o Programa Nacional de Apoio às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte (Pronampe) movimentou cerca de R$ 62 bilhões em empréstimos e financiamentos em 850 mil operações realizadas entre 2020 e 2021.


Neste ano, a nova edição do programa - que teve mais de 43 mil contratos fechados apenas no primeiro dia - também atenderá os microempreendedores individuais (MEIs), que constituem a maioria das pessoas jurídicas do Brasil, de acordo com o secretário especial de Produtividade e Competitividade do Ministério da Economia, Alexandre Ywata.


“Nesta nova versão, temos a inserção dos MEIs. Estamos falando em torno de 14 milhões de empresas, em torno de 67% empresas brasileiras. Estamos trazendo uma abrangência muito maior”, disse o secretário em entrevista ao programa A Voz do Brasil.


A expectativa do Ministério da Economia é que o Pronampe empreste cerca de R$ 60 bilhões para os micro e pequenos empresários brasileiros.

1/7