Buscar

Defesa Animal apresenta dados sobre Castramóvel



Em funcionamento em União da Vitória desde 2021, a Unidade do Castramóvel segue realizando o atendimento de castração voltado para animais da população de baixa renda do município, porém a Defesa Animal tem esbarrado no alto índice de faltas, desistências e de dados incompletos para a efetiva castração do animal.


Desde o seu início em setembro de 2021, mais de 500 tutores perderam a oportunidade de fazer a castração do seu animal de estimação, muitos deles por falta no dia agendado ou por desistência do procedimento. Esse número já é maior do que o de castrações que foram realizadas até o momento, que somam 450 no total.


A equipe da Defesa Animal destaca que é importante que a ao fazer o cadastro para participar da castração, o tutor entenda a importância dessa ação e informe os dados corretos, para que quando chegue na hora de ser beneficiado ele possa ser localizado.


Para participar do programa, o tutor do animal deve levar pessoalmente RG, Comprovante de Residência e o número do NIS (Cadastro único), ele também assinará uma declaração de responsabilidade com os cuidados do animal no pós-cirúrgico. Após o preenchimento do cadastro, o animal passa a fazer parte do programa e quando chega a sua vez é chamado para fazer o agendamento do procedimento.


Atualmente as castrações estão ocorrendo em dois locais, no Castramóvel que está instalado no Aeroporto Municipal José Cleto e também na Clínica Veterinária da Uniguaçu.


O setor de Defesa Animal fica localizado na rua Coronel Amazonas, 495 e o atendimento é das 08h às 18h.

1/7