Buscar

Dezenas de mortos e feridos quando míssil russo atinge base da Guarda Nacional em Dnipro


Os militares russos dispararam três mísseis na região de Dnipropetrovsk esta manhã (27), matando dez pessoas e ferindo pelo menos 35 outras depois que um míssil atingiu uma base da Guarda Nacional Ucraniana em Dnipro.


"Houve uma tragédia pela manhã. Um míssil Iskander atingiu um campo de tiro da Guarda Nacional. Infelizmente, cerca de dez pessoas foram mortas. Cerca de 30 a 35 pessoas ficaram feridas. A maioria do pessoal estava espalhada por toda a região", disse

Hennadii Korban, chefe da Defesa Territorial do Dnipro.


Poderia ter havido mais baixas, mas de acordo com uma ordem do Ministério da Defesa ucraniano, os militares não concentram mais de 20 pessoas em um só lugar.


Korban também observou que a situação está piorando não apenas na região, mas também no front. As tropas invasoras estão tentando intensificar a ofensiva principalmente nas regiões de Luhansk e Donetsk. A região de Dnipropetrovsk é cercada por três frentes e, portanto, alertas de ataques aéreos e ataques de mísseis estão se tornando mais frequentes.


Em 24 de fevereiro, o presidente russo Putin lançou uma invasão em grande escala da Ucrânia. As tropas russas estão bombardeando e destruindo infraestruturas críticas e áreas residenciais de cidades, vilas e vilarejos na Ucrânia, usando artilharia, vários lançadores de foguetes e mísseis balísticos.

1/6