Buscar

Helô e Kauã precisam, COM URGÊNCIA, de apoio da sociedade local para seus tratamentos clínicos


Helô foi diagnosticada com um tumor. Kauã com perda auditiva congênita.


O A2 Portal conta agora a história de duas crianças residentes nas Gêmeas do Iguaçu que precisam do apoio da sociedade em suas respectivas campanhas de arrecadação para alcançarem tratamentos clínicos.


Iniciamos contando sobre a pequena Helô Lemos que completou três anos em 31 de março. Um dia depois que seus familiares receberam a difícil notícia: ela tem um tumor.

Helô foi diagnosticada com um tumor na glândula suprarrenal direita, com pré-diagnóstico de neuroblastoma.

“É uma menininha doce, pequenina, que tem dado muito força a todos em acreditar que logo tudo isso vai passar. Os médicos ainda não sabem exatamente o caminho que será feito, devido a complexidade do caso. Sabemos que ela precisará de cirurgia e quimioterapia, não necessariamente nessa ordem”, conta a mãe, Cristiane de Fátima Lemos.

A campanha #TodosPelaHelô pede doações de prêmios para que seja feita uma rifa. O objetivo é cobrir as despesas da viagem até Curitiba e os custos de estadia para o tratamento que será no Hospital Angelina Caron em Curitiba. “Faremos muitas outras ações ainda, quantas forem necessárias para que nada falte para ela”, explica Cristiane.

Quem puder ajudar com prêmios ou com dinheiro o pix da mãe da Helô 09120511914 (CPF). Para outras doações o contato é o Instagram @CRISLEMOOS.


Ouvindo com o Kauã Nosso outro guerreiro é o Kauã Ecks. Torcedor do Iguaçuzão, ele personifica a campanha OUVINDO COM KAUÃ. Sua perda auditiva é congênita e ele necessita de um implante coclear com urgência para que ele passe a ouvir. Na corrida contra o tempo , a mãe também pede ajuda. Doações de qualquer valor pela CHAVE PIX: CPF 063.120.269-22 em nome de Silvana de Lourdes Ecks.



1/4