Buscar

Estudo de Zanotto apresenta alternativas de fontes para financiamento piso da Enfermagem



O Projeto de lei (PL-2564/20) que institui o piso nacional da Enfermagem já está na pauta da semana da Câmara Federal para discussão e votação para que seja deliberado em plenário pelos parlamentares.


"O presidente Arthur Lira se comprometeu comigo, demais parlamentares e entidades que representam a categoria que a matéria será votada no próximo dia 4, conforme ficou acordado em reunião", enfatiza a deputada federal Carmen Zanotto (Cidadania/SC).


Carmen é autora do requerimento de urgência aprovado em plenário com 458 votos e coordenou a comissão especial formada por um Grupo de Trabalho (GT) que analisou o impacto financeiro para custear o piso. A parlamentar também fez estudos e apresentou alternativas de possíveis fontes de financiamento para instituir o piso salarial.


De acordo com a presidente do Conselho Federal de Enfermagem (Cofen), Betânia Santos, o "trabalho incansável" da deputada e enfermeira Carmen Zanotto foi determinante para garantir o apoio necessário para votação no dia 4.


"Após o trabalho da comissão especial, que provou que o projeto era economicamente viável, foi ela que se debruçou sobre a matéria e apresentou fontes de financiamento para custear o investimento necessário para instituir o piso", afirmou Betânia.


"Juntamente com outros parlamentares, a Carmen nos ajudou a superar as barreiras partidárias para construir praticamente um consenso em torno da Enfermagem", destacou ainda a presidente do Cofen.


"Precisamos aprovar o PL 2564/20 mas também garantir a fonte de recurso". Vou trabalhar até o último momento para sua aprovação. A enfermagem merece um salário digno!", complementou Carmen Zanotto.

1/4