top of page
Buscar

Forças paquistanesas iniciam operação para libertar reféns de militantes



As forças de segurança paquistanesas lançaram na terça-feira (20) uma operação para libertar reféns de militantes locais do Talibã em um complexo antiterrorista da polícia no noroeste do país. Militantes tomaram conta do complexo no domingo (18). A Reuters informou que seis oficiais de segurança e vários presos estavam lá dentro.


As forças de segurança cercaram o campo que abriga um centro de interrogatório na cidade de Bannu, onde cerca de 20 combatentes do ramo paquistanês do Talibã, conhecido como Tehreek-e-Taliban Pakistan (TTP), estavam escondidos.


“Todas as opções falharam e os terroristas se recusaram a libertar pessoas inocentes, então decidimos usar a força”, disse um alto oficial de segurança à Reuters, acrescentando que uma operação não foi lançada anteriormente para proteger a segurança dos reféns.

Ele destacou que força mínima seria usada para garantir a libertação segura dos reféns. Moradores locais disseram ter ouvido explosões vindo dos arredores do centro na terça-feira. Os militares não responderam imediatamente a um pedido de comentário, disse à Reuters.


As autoridades paquistanesas abriram na segunda-feira (19) negociações para tentar resolver um impasse com os militantes. O TTP, que intensificou os ataques desde que anunciou o fim de um cessar-fogo mediado pelo Talibã afegão com o governo no mês passado, há muito usa a violência em uma tentativa de dominar o país.


De acordo com um porta-voz do governo provincial, os militantes exigiam passagem segura para o Afeganistão.

1/9
bottom of page