top of page
Buscar

G7 vai responsabilizar Putin por "ataques indiscriminados"



Os líderes do Grupo das Sete potências econômicas condenaram nesta terça-feira os mais recentes ataques de mísseis da Rússia a cidades da Ucrânia e disseram que vão responsabilizar o presidente russo, Vladimir Putin, e outros envolvidos.


"Condenamos esses ataques nos termos mais fortes possíveis e lembramos que ataques indiscriminados a populações civis inocentes constituem um crime de guerra", acrescentaram em comunicado após conversas com o presidente ucraniano, Volodymyr Zelenskiy.


Após uma explosão danificar gravemente a ponte de Kerch que liga a península da Crimeia anexada à Federação Russa, a Rússia disparou mísseis de longo alcance contra cidades da Ucrânia em retaliação. As autoridades ucranianas, no entanto, não assumiram a autoria dos ataques.

1/9
bottom of page