Buscar

Ganhador da Mega-Sena morto em Hortolândia teve R$ 20 mil retirados da conta por transferência e PIX



O ganhador de R$ 47,1 milhões na Mega-Sena em 2020 que morreu nesta quarta-feira (14) em Hortolândia, interior de São Paulo, depois de ter sido encontrado com sinais de espancamento às margens da rodovia Bandeirantes, teve cerca de R$ 20 mil retirados da conta por meio de transferências bancárias e via PIX, de acordo com a Secretaria de Segurança Pública (SSP). O cartão de débito de Jonas Lucas Alves Dias, 55 anos, também foi levado pelos suspeitos.


"Foram solicitados exames ao IML. Diligências prosseguem visando o esclarecimento dos fatos e prisão dos envolvidos", diz a nota.

A Polícia Civil apurou que foram realizadas diversas tentativas de saques, uma delas de R$ 3 milhões, durante o período em que a vítima esteve desaparecida. A polícia busca por suspeitos identificados.


Esta semana, Jonas Lucas saiu para fazer caminhada na manhã de terça-feira (13) e não voltou para a casa. Ele havia levado apenas carteira e documentos. Ao final do dia, como não foi mais possível contatá-lo, familiares registraram ocorrência de desaparecimento na delegacia eletrônica.


Encontrado na manhã de ontem às margens de uma rodovia, ele foi socorrido por uma ambulância da concessionária e encaminhado ao hospital Mário Covas.


Foto: Reprodução



1/7