Buscar

Iguaçu traz importante empate diante do Apucarana


Iguaçu foi valente em Apucarana (Foto Maycon Legat)


Marcelo Storck – Jornalista DRT 8108


Apucarana Sports e Iguaçu entraram em campo na tarde deste domingo (1º) no Estádio Municipal Olímpio Barreto, em Apucarana, pela 5ª rodada da Divisão do Acesso do Campeonato Paranaense 2022.


Além de consciência da importância sobre a vitória diante de seus momentos distintos na competição, havia uma questão a mais: os jogos de ontem (30 de abril) que abriram a rodada e tornaram o confronto ainda mais oportuno, principalmente pela vitória do Foz sobre o Andraus.


Em 8º lugar na classificação, com quatro pontos, a equipe da casa precisava da vitória para não comprometer sua situação no campeonato. E o Iguaçu queria os três para ir para ir à mais próximo da liderança, de olho no jogo de Prudentópolis e Toledo.


O jogo

Até os 5min muito estudo. Ainda assim, o Iguaçu quase chegou aos 3min com Filder numa bola de passada por Rodrigo Jesus. Aos 8min o Apucarana quase abriu num cruzamento pela direita do ataque, mas o goleiro João Paulo defendeu bem.


Apucarana é um nome de origem tupi-gurani que significa: "semelhante à própria floresta". Mas foi a defesa do Iguaçu que esteve bem plantada, com o time jogando na “C” a maior parte do primeiro tempo. Jogo truncado, de poucas oportunidades. Era estratégico e o elenco de União da Vitória foi muito fiel e aguerrido ao propósito.


Mas logo após essa boa defesa do João Paulo, o Iguaçu viu Rodrigo Jesus ser substituído por contusão. Wismann entrou com a 23. Aos 26 apareceu o primeiro cartão amarelo para Ataliba do Apucarana, por entrada em Douglas.

Porém, o Iguaçu “empatou nisso também” quando Dall´oca recebeu o seu amarelo aos 30min. O futebol ressurgiu numa jogada mais aguda aos 32min quando Andrei enfiou excelente bola pra Filder que chutou de dentro da área para boa defesa do goleiro Flaismann, do Apucarana.


O time da casa respondeu com chute despretensioso de Jailton aos 34min. Aos 38min Douglas, que retornava de suspensão pelo terceiro amarelo, iniciou nova coleção e foi amarelado pelo árbitro Eduardo da Silva Silveira.


Segundo tempo

Dudu Sales mudou mais uma vez o Iguaçu. Retirou Dall´oca e colocou Lika (15). Aos 1min da etapa complementar Val (5) do Iguaçu, recebeu amarelo por falta cometida justamente depois que de uma bola em que Vinicius e Lika não conseguiram cortar.


Mas o Iguaçu reagiu. Aos 4min Andrei escorregou ao tentar cruzar, mas ainda assim criou oportunidade para a Pantera do Vale. Dois minutos depois, grande jogada de Andrei e Vinícius em que o Iguaçu finalizou com perigo.

Aos 8min, Wisman do Iguaçu recebeu e chutou. “Quase”, de novo. Só dava Iguaçu. Aos 10min Vinícius serviu açucarada bola para Filder. Ele poderia ter servido Andrei que estava livre na direita, mas optou por chutar.

Corajosa, a Pantera do Vale subiu suas linhas de marcação e bloqueou ainda mais os interesses do Apucarana, bastante desorganizado em suas ações ofensivas, é verdade. Isso passou a irritar a torcida (público de 394 pagantes para renda de R$ 3.490,00), nervosismo que passou para o gramado. Assim, O Iguaçu ficou ainda confortável e aos 14min Lika arriscou chute.


Aos 20min Vitinho, que tinha acabado de entrar no lugar de Filder, arriscou outro chute, mas a bola também não acertou o alvo. Somente aos 24min foi que o Apucarana ressurgiu numa cobrança de falta mal executada da intermediária.


O jogo amornou ainda mais - para não escrever esfriou. Somente aos 33min surgiu excelente oportunidade para o Iguaçu num contra-ataque em que Vitinho serviu Wisman. De dentro da grande área ele cabeceou sem direção. Aí, na reta final, ocorreu o segundo amarelo de Douglas do Iguaçu, e ele foi expulso. Porém, o Apucarana não soube aproveitar a vantagem numérica em campo. Então, a partida seguiu para aquela fase em que para a torcida Iguaçuana “o tempo não passava” e para a turma do Apucarana os ponteiros (de um relógio) corriam rápido demais. Numa tarde de futebol apático, mas de colheita de propósitos mínimos, o Iguaçu fez o que precisava: conquistou importante ponto fora de casa, mantendo-se na ponta da tabela.

Agora, o Iguaçu encara o Andraus. Ah é! Lembram do Andraus, né?... Pois é, será próximo adversário, já na quarta-feira (4), em Campo Largo, numa partida que valerá muito mais que três pontos... Portanto, avante torcida Iguaçuana! Restam apenas quatro partidas, duas das quais em casa! Apesar do campeonato equilibrado e “matematicamente” embolado, a Pantera do Vale jamais esteve tão próximo do quadrangular desde que retornou. Está na terceira colocação, com 8 pontos. Toledo lidera com 9 e o e Laranja Mecânica é vice (critérios de desempate) com 8 pontos.


Rodada magra: apenas 5 gols:


Próxima rodada já no meio de semana.



1/7