Buscar

Iniciada a atualização de dados de famílias usuárias do Cadastro Único



A Secretaria Municipal de Assistência Social de União da Vitória está realizando a atualização cadastral das famílias incluídas no Cadastro Único e que foram visitadas pelo Mutirão da Assistência Social realizado nos meses de junho e julho onde os técnicos da Assistência Social passaram por todas as regiões do Município.


A convocação é para que o responsável por cada família que foi visitada, procure o Centro de Referência de Assistência Social – CRAS mais próximo a sua residência, para finalizar o atendimento, garantir a atualização dos dados e evitar o bloqueio dos benefícios recebidos.

As famílias que incluíram os dados pelo Aplicativo do Ministério da Cidadania, também devem procurar os CRAS para finalizar o cadastro e garantir a entrada no Cadúnico.


De acordo com a Secretária de Assistência Social, Cleonice Martinazzo Moller, o Mutirão teve o objetivo de conhecer a realidade do Município, e também visitar as famílias que fazem parte Cadúnico, e que se enquadrava como pobreza extrema, que é quando a família não tem nenhuma renda, ou renda per capita de até R$ 105,00 reais.


“O mutirão aconteceu depois que recebemos o diagnóstico de que haviam 2.000 famílias classificadas em extrema pobreza em União da Vitória e atendendo um pedido do prefeito Bachir Abbas, nossa equipe técnica visitou todas essas famílias, para que pudéssemos fazer o reconhecimento dessas famílias e conhecer as suas necessidades”, explicou a secretária de Assistência Social, Cleonice Martinazzo Moller.


Durante o mutirão, a equipe técnica verificou que dessas 2.000 famílias, um total de 565 não se encaixam em situação de pobreza extrema e outras quase 300 famílias não foram encontradas no endereço cadastrado, ou porque mudaram de endereço e não procuraram o CRAS para fazer a atualização ou porque mudaram de cidade.


“Dentro dos dados coletados no mutirão, foi verificado que muitas famílias estão com dados omissos ou errados, e por isso há a necessidade dessa atualização, inclusive para que elas não percam esse cadastro e possam continuar recebendo os benefícios, não apenas o Auxílio Brasil, mas outros que necessitam do Cadúnico para serem recebidos, como a Tarifa Social, por exemplo”, afirmou Cleonice.


A atualização também é necessária para que abra espaço para a inclusão de outras famílias, que possam receber os benefícios. “Temos essa situação onde as famílias não residem mais em União da Vitória, não atualizam os dados e acabem ocupando a vaga de alguma pessoa que realmente precise”, disse a secretária.


Caso a família não faça a atualização cadastral, a Comissão do Programa Auxílio Brasil, avaliará cada situação e será dada a baixa no cadastro. Os cadastros de famílias que não fizeram nenhuma atualização desde 2017 também serão baixados do sistema.

Para fazer a atualização cadastral, a pessoa deve ir até o CRAS mais próximo a sua residência até o dia 30 de novembro e levar os seguintes documentos:


Comprovante de Renda (de todos os que moram na residência);

Carteira de Identidade (de todos os que moram na residência);

CPF (de todos os que moram na residência);

Título de Eleitor (de todos os que moram na residência);

Carteira de Trabalho (de todos os que moram na residência, mesmo que não esteja assinada);

Comprovante de residência (que deve estar no nome de alguém que reside no endereço – Luz, água e se não tiver pode ser apresentada declaração de residência retirada na Unidade Básica de Saúde do seu bairro);

Certidão de nascimento (das crianças moradoras e pessoas que não possuam outro documento);

Na falta da apresentação de algum desses documentos não será feito o cadastro.


Horário de atendimento dos CRAS:

CRAS Central – Das 12h às 18h

CRAS Rocio – Das 08h às 11h e das 13h às 16h

CRAS São Cristóvão - Das 08h às 11h e das 13h às 16h

1/7