Buscar

Instituto SIM homenageou 105 anos de Porto União de maneira inédita



Tem se tornado comum para grupos sinfônicos interpretarem temas de filmes apresentando trechos dos títulos em telões. Mas a banda sinfônica do Instituto Sempre Incentivando Música (SIM) decidiu se aproximar ainda mais da grande tela. Para homenagear os 105 anos de Porto União, realizou no domingo (4) o programa “Sim, é cinema” e interpretou músicas na sala do Cine Gracher, localizado na loja Havan de Porto União.

Desde Star Wars a Indiana Jones, de John Williams, a Madagascar e Piratas do Caribe de Hanz Zimmer compuseram o repertório de 10 músicas interpretado para uma plateia que praticamente lotou o espaço.

“O objetivo musical do projeto também foi relacionado à acústica, haja vista que não temos salas específicas de música construídas na região. E deu muito certo, o espaço do cinema local contribui muito” comesse e outros aspectos", destacou o maestro e coordenador Marcelo Storck, fundador do Instituto SIM e idealizador do programa.


No intervalo do evento, Daniel Moreira (Cine Gracher), o prefeito de União da Vitória, Bachir Abbas, e o presidente da Câmara de Vereadores, Cordovan de Mello Neto, foram homenageados pela diretoria presidida por Peterson Jaeger.



O mimo a Daniel, Bachir e Cordovan foi entregue pelos alunos André Carvalho, Felipe Levy e Marcos Levy.


“É uma maravilha poder começar o domingo presenciando espetáculo musical de tão elevado nível” destacou o prefeito Bachir. O vereador Cordovan também enalteceu a realização. “Resta sempre cumprimentar o Instituto SIM por suas brilhantes realizações em nossa sociedade”, pontuou.

Tanto a prefeitura quando a Câmara de União da Vitória têm sido fundamentais no apoio às atividades de ensino gratuito de música no SIM.


A entidade conta ainda com o patrocínio da Jeep Auto Premier (Joinville), WDD Motos, Butiquim GastroBar, Softniels e CCN Veículos, além do apoio da Stasiak Contauni. As atividades do SIM contam também com os incentivos da Lei Roaunet e da 1ª Igreja BAtista de União da Vitória. Para o evento em questão, teve ainda poio da Cores e Brilhos e da A Mais Comunicação Visual. A banda formou assim:



Flautas: Heleny Thomas, Karoliny de Castilho, Enaira de Castilho e Milena Rhely Gauer

Clarinetes: Agatha Mauren Wendt e Carla Kampmann

Clarone: Fernando Luiz Wille

Saxofones: Eduardo Robson Buck, Khyria Kranholdt, Lucas Josué Siqueira, Samuel Andolfato, Peterson Jaeger e Ivaldir Montipó Junior

Trompas: Felipe Levy, Luciano Rocha e Nilvia Pinho

Trompetes: Alessandro Koslowski, Felipe Buck, Guilherme Geisler, José Lirio e Karen Roberta Cordeiro

Trombones: Sandro Daniel Drosdoski, Hellen Cristhina Schneider

Eufônio: Anderson Fabrício Pereira

Tuba: Edvaldo Lanieski

Percussão: Otomar Wagner, Marcos Levy, Guilherme de Carvalho, André Carvalho e Douglas Ingeczak

Piano: Bruna G Stelmach


1/7