Buscar

MARCELO STORCK COLUNA 04/03/2022

Dourado paranaense

Mesmo com o fim da piracema (28 de fevereiro), a pesca ao Dourado segue proibida no rio Iguaçu (e todos os demais paranaenses), o que significa que cabem sanções ao infrator diante da lei em vigor. Quer dizer, depende. Em mais uma ambiguidade na região da divisa, se a fiscalização ambiental sobre as águas do rio Iguaçu (que, em parte, delimita os Estados de SC e PR) for por meio da estrutura paranaense, resultará, sim, em multa e apreensão. Mas se a fiscalização for da estrutura ambiental de Santa Catarina, não.


Normas Antes que você imagine se tratar de “má vontade da polícia catarinense”, vou logo adiantando que isso se deve às normas distintas em ambos os Estados. Inclusive, em Porto União, na bacia do Timbó, o Lambari pode ser pescado (mediante cota individual) na pesca de barranco durante a pandemia, numa exclusividade haja vista o projeto da Rota do Lambari e a comprovação científica de sua reprodução em mais de uma vez ao ano. Assim, se o seu Dourado for catarina, pode.


Motivo Ocorre que desde dezembro de 2018 está proibida a pesca do Dourado em todo o Paraná. A restrição à exploração do peixe foi estabelecida em lei aprovada pela Assembleia Legislativa com o objetivo de preservar a espécie, ameaçada de extinção e garantir o repovoamento nos rios do estado. A fiscalização está a cargo do Instituto Ambiental do Paraná (IAP) e da Polícia Ambiental paranaenses e perdura até 2026.


Peso Independente do “peso” do Dourado pescado em águas paranaenses, a multa é pesada: varia de R$ 1 mil a R$ 100 mil para quem for pego com o pescado. E o autor do descumprimento no Paraná ainda ficará sujeito a uma série de outras penalidades, entre as quais apreensão do produto ou subproduto da pesca; interdição total ou parcial do estabelecimento, atividade ou empreendimento; suspensão da licença, autorização e registro; cancelamento de licença, autorização e registro em caso de reincidência. Em caso de captura involuntária, o exemplar deve ser devolvido com vida, tal qual no pesque-e-solte. Ecoando Ecoando pelas Gêmeas do Iguaçu a monumental vitória do Instituto SIM em ter sido lembrado pela Deputada Federal Carmen Zanotto (Cidadania | SC) com emenda parlamentar na ordem de R$ 100 mil. A gentileza de Carmen com a cultura local é gigantesca e muda o disco. Mas não é só com o SIM.


Bombeiros Albertino Mafra, presidente da Federação Comunitária Catarinense de Bombeiros de Santa Catarina recebeu ofício da Deputada Carmen Zanotto também informando Transferência Especial- CUSTEIO PARA O BOMBEIRO MILITAR DE SC. O valor é de R$ 100 mil. A ação intitulada como “Transferência Especial” foi criada com o objetivo de otimizar e acelerar o processo de liberação e execução das emendas, em que antigamente, esbarrava em diversos entraves burocráticos que ocasionavam em grandes atrasos para liberação dos recursos.

Atuando Tanto na primeira quanto na segunda verba federal é sentida, de modo pontual, a presença de ações do amigo, advogado Alisson Micoski. Natural aqui de Porto União, Alisson é Secretário Parlamentar lotado no gabinete de Carmen e há muito vem realizando essa importante conexão da região dos interesses do Planalto Norte. Micoski também é presidente da Auresc, entidade onde igualmente realiza importante trabalho.


Máscaras Santa Catarina flexibilizou, por meio da portaria número 79 de 18 de janeiro, o uso da máscara para menores de 12 anos. Aliás, crianças menores de 6 anos estão desobrigadas ao uso no Estado. No entanto (acho correto), a alguns estabelecimentos de ensino estão optando em manter o uso. Não custa mesmo.


Outras Outras máscaras continuam a cair em Santa Catarina. Estas, políticas. É o que eu digo sempre, nada como o tempo para mostrar a verdade e mostrar quem realmente são as pessoas. O bom da maturidade que se alcança com tantos tombos e decepções é que você consegue transitar em meio aos cordeiros sabendo que dali são lobos. Mas sem riscos de ser, novamente, mordido. O tempo é o senhor da razão.

OSP Na programação de aniversário de União da Vitória está sendo anunciada presença da Orquestra Sinfônica do Estado do Paraná. Sem dúvida um presente para os amantes da boa música, uma oportunidade de crescimento cultural. Em outra feita, a OSP já esteve por aqui, no Cine Luza, mas apenas com a seção de cordas.


Guerra Escassez geral de insumos para a produção agrícola e aumento do preço dos alimentos para o consumidor final em Santa Catarina e no Brasil. Essas são consequências da guerra entre Rússia e Ucrânia de acordo com avaliação da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Santa Catarina (FAESC). O conflito perturba os mercados de cereais, fertilizantes e petróleo - commoditties que têm forte impacto no setor primário da economia. A Ucrânia é quarta exportadora de milho e produtora de trigo. Com ela fora do mercado em razão do conflito haverá menos milho no mercado mundial. Esse grão é essencial para a nutrição animal e com sua escassez ficará mais caro ainda para transformá-lo em proteína animal. Os criadores de aves e suínos e as indústrias de processamento da carne terão, portanto, forte aumento de custos.


PP


Presidido pela competente advogada Maria Aldair de Carvalho, o Partido Progressista (PP) de Porto União está convocando os convencionais habilitados para comparecerem à Convenção Municipal. O evento está agendado para 21 de marco de 2022, às 19h na sede do Partido. Na Ordem do Dia estão a eleição dos Membros e Suplentes do Diretório Municipal; escolha dos Delegados e respectivos Suplentes à Convenção Estadual; eleição do Conselho Fiscal e respectivos Suplentes; eleição do Conselho Consultivo Municipal e respectivos Suplentes; eleição do Conselho de Ética e Fidelidade Partidária e respectivos Suplentes.



Quem quer Dilma?

A ex-presidente Dilma Rousseff tem influído na campanha de Luiz Inácio Lula da Silva que tenta voltar ao Palácio do Planalto. Isso quem diz é o próprio PT. Isso pela memória dos anos finais da gestão de Dilma, quando o país enfrentou recessão econômica e dificuldades políticas até o impeachment. Curiosamente, a aversão de pessoas do MDB com quem Lula tenta costurar: é o time de Temer.

Outros narizes Lula, que nos últimos dias viu a distância de sua liderança em pesquisas eleitorais ser reduzida com relação a Bolsonaro, tem esperança de agregar tucanos que, igualmente, torcem o nariz para Dilma de quem influíram na cassação. Sem falar em Marta Suplicy que tem desempenhado posição fundamental na atual campanha de Lula e que foi ministra de Dilma, mas desembarcou do governo e do partido para apoiar o impeachment.


Frase

Não é amigo aquele que alardeia a amizade: é traficante; a amizade sente-se, não se diz...

Machado de Assis




1/6