Buscar

MARCELO STORCK COLUNA 26/04/2022

Agendada

Boas notícias precisam ser compartilhadas. Foi marcada para semana que vem, dia 4 de maio, a consulta para o Léo Braz. Conforme o A2 publicou este ano, Léo tem escoliose e desde 2019 esperava agendamento pelo SUS. A consulta, comemorada pela mãe Luciane, será no hospital São Lucas, em Campo Largo (PR), especializado nesta doença. A expectativa é a de que na consulta já seja agendada a cirurgia, necessária e urgente. Também por meio desta nota Luciane está agradecendo a todos que colaboraram com esse processo.


Enquete Depois do vexaminoso episódio que envolveu prefeito e vice de Canoinhas, Beto Passos (PSD) e Renato Pike (PL), o vizinho município vive clima de eleição suplementar. O site de notícias JMais realizou enquete na qual os nomes de Juliana Maciel (160 votos) e Ivan Krauss (140 votos) aparecem na liderança como sendo os de preferência popular. Mas para a eleição ocorrer, será preciso que a Câmara de Vereadores casse o mandato de Beto. Prefeito e Vice seguem presos.


Convênio A Câmara de Vereadores de Porto União pautou apara a sessão de ontem (25) a primeira discussão e votação do Projeto n° 012/2021, oriundo do Executivo Municipal que autoriza o Chefe do Poder Executivo Municipal a firmar convênio com a Secretaria de Estado da Segurança Pública, o Departamento Estadual de Trânsito de Santa Catarina – DETRAN/SC e a Polícia Militar de Santa Catarina, para delegação de competências firmadas na Lei 9.503/97 – Código de Trânsito Brasileiro”.

Luz Já a Câmara de União da Vitória aprovou ontem (25), por unanimidade e em segunda discussão, o Projeto de Lei 7/2022. De autoria dos Vereadores André Henik (SDD) e Júlio Adilson Pires Filho (PP), o projeto dispõe sobre a declaração de anuência para fornecimento de energia elétrica em propriedades na área rural do município. Antes havia um limite para o fornecimento, apenas em propriedades com no mínimo 30.000m2. Com a nova Lei, após sancionada, todo morador rural terá o direito assegurando em sua moradia.


Deixou

A torcida do Iguaçu viu aqui no A2 notícia sobre novos jogadores no BID na semana passada, numa luta da diretoria para recompor a equipe diante dos desfalques. Um deles era Felipe Novello Evangelista (detalhe/foto BID), que ainda consta como jogador da Pantera do Vale. Só que não. Foi inscrito em 19 de abril, tendo o clube arcado com as despesas do BID e de transferência. Porém o Iguaçuzão não teve o retorno do investimento em campo, onde o atleta até chegou a estar presente, treinando. O que ninguém viu mesmo foi ele depois que o time viajou para Toledo, justamente no dia seguinte à sua inscrição (20). Sem avisar, o atleta deixou a concentração e não mais retornou. Mais tarde, informou que estava com problemas familiares.


Marcha Todos os anos, milhares de gestores municipais se reúnem na capital federal para marcar presença e apresentar sua pauta prioritária aos poderes Legislativo, Executivo e Judiciário. A Marcha a Brasília em Defesa dos Municípios foi cancelada em 2020 e 2021 em razão da pandemia da Covid-19. Agora, em 2022, o evento ocorre de 25 a 28 de abril e promete ter recorde de participantes.

Tema Com o tema Município: o caminho para um Brasil melhor, a XXIII Marcha dos Municípios já tem confirmada a presença do presidente da República, Jair Bolsonaro, e de comitiva ministerial na cerimônia de abertura, a partir das 9h de 26 de abril, bem como autoridades do Legislativo e do Judiciário.


Presidenciáveis

Também deverá receber seis pré-candidatos à presidência da República, ao longo de sua programação, no palco principal. Já está confirmada a seguinte ordem de participação:

Luiz Inácio Lula da Silva (a confirmar) - 26/04, das 14h às 14h40 André Janones - 26/04, das 15h às 16h40 Simone Tebet - 27/04, das 14h às 14h40 Jair Bolsonaro (a confirmar) - 27/04, das 14h às 14h40 João Dória - 27/04, das 15h às 15h40 horas Ciro Gomes - 27/04, das 16h às 16h40


Aliás As pesquisas de opinião na corrida presidencial que são publicadas com os devidos registros de validade junto ao TSE mostram sempre Lula na frente de Bolsonaro. O que parece curioso é que, pelo menos nas redes sociais, onde podemos ver adesões públicas, essa vantagem aí insistentemente apresentada não se confirma em números de seguidores, curtidas e etc. Isso tem tonificado as preocupações com relação a tais “enquetes”.


Projeto Inclusive está paralisado na Câmara dos Deputados Projeto de Lei 2566/2021 que amplia as obrigações com relação à divulgação do resultado em meios de comunicação social. Além das informações que são atualmente exigidas — nome da empresa responsável pela pesquisa; número do registro da pesquisa; margem de erro e nível de confiança —, se propõe constar o período de realização da coleta de dados; o número de entrevistas com sua representatividade em comparação à quantidade de eleitores; o número de municípios onde ocorreram as entrevistas e a representatividade em comparação ao número de municípios da respectiva circunscrição eleitoral e a diversidade do público entrevistado (faixa etária, classe social e nível de escolaridade).


1/4