Buscar

Nova frente fria vai avançar pelo Sul do Brasil deixando agosto mais gelado que julho





Nesta semana, além de instabilidades que têm atingido a região Sul, há previsão para o avanço de uma nova frente fria. Isso deve ocorrer desde o interior do Rio Grande do Sul até o interior do Paraná.


As chuvas desta semana não devem ser volumosas e homogêneas, mas o tempo instável deve afetar as atividades no campo, especialmente a finalização do plantio e os tratos dos cultivos de inverno.


Após a passagem desse sistema no próximo fim de semana, o ar seco volta a predominar no Sul até a metade da próxima semana. O tempo ficará então mais aberto.


Frente fria na virada do mês

Na virada do mês de julho para agosto, há previsão para o avanço de mais uma frente fria, que deve espalhar um pouco mais as chuvas pelo Centro-Sul, chegando até grande parte de Mato Grosso do Sul e meio-oeste de Mato Grosso.


Frio e geada

O frio deve aumentar no início da próxima semana no Sul, mas o risco de geadas ficará restrito às áreas de fronteira do Rio Grande do Sul com o Uruguai. As temperaturas baixam mais uma vez nos primeiros dias de agosto, após a passagem de uma frente fria mais organizada pelo Centro-Sul.


Mas, mesmo nesse evento do início de agosto, o frio mais intenso deve atingir a região Sul e o risco para ocorrência de geadas será maior no interior gaúcho, em Santa Catarina e no sul do Paraná.


O frio deve aumentar no Sudeste e no Centro-Oeste, contudo, ainda não há indicativo para risco de geada. Entre a primeira e a segunda semana de agosto, são esperados novos eventos de chuva no Sul, com volume de moderada intensidade. A tendência é que a segunda quinzena de agosto seja mais seca e mais fria no Centro-Sul.


Foto: Defesa Civil Caçador



1/6