Buscar

Obra da Ponte da Integração Brasil-Paraguai chega a 82% de execução



A obra da nova Ponte da Integração Brasil-Paraguai, entre Foz do Iguaçu, na região Oeste do Estado, e Presidente Franco, atingiu 82% de execução em abril – o investimento até o momento é de R$ 194 milhões. A nova ligação entre os países é resultado da parceria entre Governo do Paraná, governo federal e a Itaipu Binacional, responsável pelos recursos empregados. O Departamento de Estradas de Rodagem do Paraná (DER/PR) executa a obra, em ambas as margens.


No lado brasileiro foram posicionadas e concretadas as lajes pré-moldadas sobre a aduela metálica 6.12 no vão central da ponte, bem como lançada a aduela metálica 6.13 e tensionado o 12º par de estais. E no canteiro estão sendo pré-montadas as aduelas 6.14 a 6.18.


No lado paraguaio foram concretadas as lajes pré-moldadas sobre a aduela metálica 5.10, tensionado o 10º par de estais, e lançada a aduela metálica 5.11. No canteiro continuam em pré-montagem as aduelas 5.12 a 5.15. As aduelas são estruturas que compõem parte do tabuleiro da ponte (pista de rolamento), onde são concretadas lajes pré-moldadas.

Em ambos os lados estão em construção os guarda-rodas e bases do guarda-corpo na lateral da obra.


EXTENSÃO – A ponte terá 760 metros de comprimento e um vão-livre de 470 metros – o maior da América Latina. Serão duas pistas simples com 3,6 metros de largura, acostamento de três metros e calçada de 1,7 metro nas laterais.


PERIMETRAL – Na nova rodovia de acesso à Ponte da Integração Brasil-Paraguai continuam em andamento os serviços nos viadutos da Avenida General Meira, da via de acesso à Ponte Tancredo Neves e da Rodovia das Cataratas.


No local onde serão construídas as novas aduanas Brasil-Argentina e Brasil-Paraguai estão em andamento os serviços de terraplenagem. Até o momento foram investidos R$ 10,5 milhões na obra, que está 10,1% concluída.

1/4