Buscar

Para surpresa de sua mãe, menor aliciado por traficante guardava drogas em casa







Equipe policial do 27º BPM em patrulhamento ostensivo ontem (3), às 10h45, no bairro Rio D’Areia em União da Vitória foi abordada por um homem que qual pediu para fazer uma denúncia, mas na condição de que se garantisse seu anonimato.


O denunciante passou a relatar que o traficante de nome tal (vulgo “Jogador”), já conhecido no meio policial por diversos crimes, inclusive o de tráfico de drogas, estaria aliciando um menor para que guardasse crack e maconha em sua casa.

Que o adolescente atuaria como "guarda roupa", função onde cabe a responsabilidade de guardar e controlar a retirada do entorpecente, conforme for solicitado pelo proprietário da droga. Diante da denúncia e da riqueza de detalhes como nomes dos envolvidos, espécie da droga e endereço do suspeito, onde foi conversado com a mãe do menor, e explicado todo o contexto da situação. Solicitado a esta, sem nenhum tipo de coação física ou moral, autorização para esta equipe realizar busca no quarto do menor com o intuito de localizar entorpecente, sendo franqueada a entrada da equipe mediante filmagem e autorização para busca domiciliar. No quarto foi localizado em um gurda roupas, um tablete de maconha (embalada em plástico incolor) e mais uma porção sem embalagem, após pesagem aferiu 1,357 kg.

Também foram localizadas quatro porções de crack embaladas em plástico aferindo 93,3 g, além de uma balança de precisão na cor branca com resquícios de maconha. Diante dos fatos, foi indagado a mãe sobre o paradeiro do menor, a qual informou que ele frequenta a casa de outro adolescente chamado, o qual reside próximo a APAE de união da vitória.

Realizado diligências no endereço repassado, não sendo localizado o adolescente.


Policiais pediram à mãe que acompanhasse a equipe policial até a 4 SDP na condição de testemunha, pois alegou que não tinha conhecimento que seu filho guardava droga em seu quarto, para que prestasse esclarecimentos. Objetos e entorpecentes apresentados na 4 SDP para apreciação da autoridade

1/6