Buscar

Perseguição policial cinematográfica em General Carneiro termina com homem preso



A sociedade de General Carneiro (PR) presenciou ontem (15), por volta das 18h30, uma perseguição policial desafiadora, muito parecida com aquelas que vemos em filmes.


A ocorrência teve início durante uma operação bloqueio de trânsito, quando o condutor de uma motocicleta Honda/CG perceber a operação policial, realizou uma manobra de conversão irregular na via, fugindo em alta velocidade. Diante da suspeita, o motociclista passou a ser acompanhado por viatura policial. Os agentes tentaram abordagem por meio de sinais luminosos e sonoros, todos ignorados pelo condutor que aumentou a velocidade cortando diversas ruas preferenciais e realizando diversas derrapagens durante conversões, pondo em risco a integridade física de terceiros. A equipe seguiu no acompanhamento tático a motocicleta por diversas vias do município momento em que o condutor seguiu sentido br 153. Durante outra conversão irregular na rodovia federal, o condutor perdeu o controle da motocicleta e caiu. Este fato resultou em um choque da viatura policial, causando danos materiais na frente da viatura e na motocicleta. Após cair, o condutor fugiu a pé do local. Os policiais perceberam que o homem segurava um objeto com a mão direita que estava na sua cintura. A equipe estava no encalço, momento em que do suspeito olhou para o policial e correndo fez menção de retirar o objeto da cintura possivelmente uma arma de fogo.


Diante da clara eminência se injusta agressão, foram efetuados dois disparos pelos policias, que não acertaram o fugitivo. O homem invadiu em uma residência e pulando diversos muros conseguiu que a equipe perdesse contato visual.

Os policiais insistiram em buscas nas imediações, e foram informados por gestos de um morador que o suspeito estava em sua residência. O local foi cercado pela equipe e dada voz de abordagem ao suspeito que tentou nova fuga sendo contido pela equipe que necessitou utilizar técnicas de imobilizações para contê-lo. O condutor da motocicleta foi identificado, onde constatou-se que não era

habilitado e estava embriagado, conforme exame etilométrico realizado pela PRF, que esteve no local para lavrar o boletim de acidente de trânsito. Diante dos fatos o masculino recebeu voz de prisão e encaminhado para 4ª SDP pra devidas providencias.

O proprietário da motocicleta, compareceu no local e devido a haver restrições ou alerta de furto ou roubou, teve o veículo recuperado.

1/7