Buscar

Quatro ocorrências de violência doméstica marcaram o domingo na região de União da Vitória



Quatro ocorrências de violência domestica resultaram em intervenção da a PM de União da Vitória ontem (24). Na primeira, às 07h, no Bairro Pon te Nova, até os bombeiros foram chamados para atender um caso em que o ex-marido retornou à casa, agrediu uma mulher e mais um homem que tentou evitar a briga.


A mulher, com uma possível fratura no nariz e hematomas nas costas e relatou que o agressor quebrou vários objetos da residência. As duas vítimas foram encaminhadas para hospital local. A equipe policial realizou buscas e localizou o autor que recebeu voz de prisão e foi encaminhado a 4ª SDP.


Às 13h na Colônia São Domingos, uma mulher relatou à equipe policial que o relacionamento com seu marido há tempos se tornou difícil, pois o homem faz uso de bebida alcoólica, fica agressivo e usa palavras de baixo calão. Por vezes usa de violência psicológica. Ontem, piorou quando houve um desentendimento familiar e após a discussão o autor deu um soco numa janela de vidro, sofrendo uma lesão na sua mão direita.

Este fato assustou muito a solicitante e a filha do casal. Foi localizado o autor e solicitante a qual manifestou o interesse de representação contra o autor dos fatos sendo as partes conduzidas à 4ª SDP para as demais providências cabíveis. Antes, devido à lesão na mão, o autor foi encaminhado até uma UPA.


Às 16h, no centro, uma situação de ameaça foi registrada. No local, a solicitante informou que seu marido, após uma discussão, desferiu um chute enquanto ela estava sentada no sofá vindo a atingir a sua mão e seu celular. A vítima informou que após o fato seu marido a xingou e disse que colocaria fogo na casa. A solicitante manifestou interesse em representar contra o autor que, com sinais de embriaguez e fala agressiva, inicialmente recusou encaminhamento policial, foi conduzido à 4ª SDP.


Às 17h22, no bairro São Basílio Magno, equipe estava em patrulhamento quando foi abordada por uma mulher que relatou ter sido agredida por seu convivente. O homem fugiu da casa e, diante dos fatos, a equipe PM registrou boletim e orientou a solicitante quanto demais providências cabíveis


1/4