top of page
Buscar

Sistema Siga e Pare na Serra e mais chuva sobre SC


Município de São João Batista (SC), ontem - Foto SecomSC

A quinta-feira, 1º , foi de trabalho intenso na reconstrução do que foi prejudicado pelas fortes chuvas que atingiram Santa Catarina. Na manhã desta quinta, o governador Carlos Moisés decretou situação de emergência no estado.


“O momento é de atenção e união de todos. Todas as estruturas do Estado permanecem em campo. A prioridade absoluta é proteger e garantir assistência humanitária aos catarinenses. Muita atenção aos alertas e avisos da Defesa Civil e aos cuidados recomendados, em especial quanto a deslizamentos”, frisou Carlos Moisés.


A Serra Dona Francisca, principal ligação entre o Litoral e o Planalto Norte, está com sistema Siga e Pare no KM 41 devido a obras de restabelecimento.


Mas, na só na terra teremos um Siga e Pare. A Defesa Civil Nacional emitiu alerta para a previsão de chuva intensas nos estados de Minas Gerais, Espírito Santo, Santa Catarina e Bahia para esta sexta-feira (2). A Defesa Civil de Santa Catarina também emitiu um alerta de que haverá continuidade de chuvas intensas em Santa Catarina. Segundo previsão do Inmet, há riscos de alagamentos, inundações e deslizamentos de terra, devido aos acumulados existentes.

Segundo dados do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), os locais mais afetados deverão ser o noroeste, central e litoral norte espírito-santense, os Vales do Mucuri, do Rio Doce e do Jequitinhonha, em Minas, e o sul e centro-sul baiano.


De acordo com o Inmet, os acumulados de chuvas podem superar 100 milímetros por dia. Com isso, há grande risco de alagamentos, transbordamentos de rios e deslizamentos de encostas em cidades com tais áreas de risco.


Diante da previsão, o Centro Nacional de Gerenciamento de Riscos e Desastres (Cenad) opera com equipes de plantão para acompanhar o registro de qualquer ocorrência significativa e já comunicou as defesas civis estaduais do risco.



bottom of page